quinta-feira, 24 de maio de 2012

KAIZEN: Um processo de melhoria contínua nas empresas


Kaizen surgiu no in√≠cio da d√©cada de 50, no Jap√£o, por necessidade e n√£o por op√ß√£o. As empresas japonesas necessitavam crescer, por√©m n√£o tinham dinheiro e t√£o pouco o governo japon√™s podia emprestar. N√£o podemos esquecer que o Jap√£o tinha perdido a II Guerra mundial, seu pa√≠s estava arruinado, as empresas japonesas tinham que ter produtos com boa qualidade e com pre√ßo competitivo e, o pior, n√£o tinham m√°quinas sofisticadas ou autom√°ticas, como tinham os Americanos. Os japoneses, para poderem ser competitivos, tinham que ser mais criativos do que os demais pa√≠ses na √°rea da produ√ß√£o.

A teoria cl√°ssica de administra√ß√£o de Taylor ajudou os japoneses a criarem o KaizenEm julho de 1950, o governo japon√™s, em conjunto com a organiza√ß√£o Uni√£o Japonesa de Cientistas e Engenheiros, JUSE Japanese Union of Scientists and Engineers, convidou o Americano W. E. Deming para fazer v√°rias palestras, em 8 dias, sobre Controle Estat√≠stico da Qualidade. Para Willian Edwards Deming, (1900 a 1993), o objetivo do administrador √© otimizar o sistema como um todo.  Deming sempre empregou a harmonia, import√Ęncia da constante pesquisa em projeto, produ√ß√£o e vendas, para que a empresa possa atender as necessidades do mercado e do cliente com produtos de melhor qualidade. “Quando o dinheiro √© um fator cr√≠tico, a inova√ß√£o √© cara. Kaizen, por outro lado, enfatiza os esfor√ßos humanos, moral, comunica√ß√£o, treinamento, trabalho em equipe, envolvimento e autodisciplina – uma abordagem de baixo custo √† melhoria”. Masaaki Imai (2007).

O m√©todo Kaizen √© muito mais do que um processo de melhoria cont√≠nua, √© uma cren√ßa na qual a criatividade das pessoas persegue as condi√ß√Ķes ideais de um processo, mesmo que este objetivo nunca seja alcan√ßado. Temos 5 elementos fundamentais:        a) trabalhar em equipe; b) disciplina pessoal; c) constantes sugest√Ķes de melhorias; d) elimina√ß√£o de desperd√≠cios; e)Kaizen deve tornar o trabalho mais f√°cil para as pessoas.

Ap√≥s muita disciplina e dedica√ß√£o, as empresas japonesas, no in√≠cio da d√©cada de 70, come√ßam a mostrar sua evolu√ß√£o na produtividade, qualidade, efici√™ncia, e v√°rios estudiosos, empres√°rios e jornalistas come√ßam a acompanhar esta evolu√ß√£o. Conforme Masaaki Imai (2005): “Eles dedicaram muita aten√ß√£o a algumas das pr√°ticas exclusivas de administra√ß√£o do Jap√£o, entre elas o sistema de emprego vital√≠cio, os sal√°rios baseados no tempo de servi√ßo e os sindicatos nas empresas”.

Kaizen significa melhoria cont√≠nua, ou seja, cada vez que se repete uma tarefa, esta tarefa dever√° ser feita com melhora de qualidade e com menor tempo do que a vez anterior, pois estamos apreendendo com a repetibilidade do processo. No Jap√£o, a palavra Kaizen significa: Kai = mudar e zen = o melhor, e ela √© empregada para v√°rias situa√ß√Ķes, n√£o somente na empresa, mas tamb√©m na escola, na sociedade e na vida familiar.

A principal pessoa que divulgou a filosofia Kaizen no ocidente foi o Professor Masaaki Imai, fundador do Instituto Kaizen. Masaaki Imai nasceu no Jap√£o, em T√≥kio, em 1930, e em 1955 se formou na Universidade de Tokyo. Al√©m de ter escrito v√°rios livros sobre o assunto, entre eles,Kaizen, the key to Japan’s Competitive Sucess (podemos traduzir ao portugu√™s como: Kaizen, a chave do sucesso das companhias Japonesas), no in√≠cio dos anos 50, Masaaki Imai trabalhou nos Estados Unidos, no Japan Productivity Center, na cidade de Washington, onde acompanhava delega√ß√Ķes de japoneses que visitavam as principais empresas americanas para aprender o segredo da produtividade americana. Em 1986, fundou o Instituto Kaizen e, nesse mesmo ano, publicou o livro Kaizen, the key to Japan’s Competitive success. O sucesso dessa publica√ß√£o foi t√£o grande que o livro foi traduzido para 14 idiomas.

Kaizen tem como objetivo a melhoria cont√≠nua do processo; melhorando constantemente o processo, a empresa ter√° menor custo e, como conseq√ľ√™ncia, maior lucro. O desperd√≠cio,mud√° em japones, em todas as formas, √© muito combatido pela filosofia Kaizen.

Kaizen n√£o √© uma reengenharia, Kaizen significa melhorias cont√≠nuas, envolvendo todas as pessoas da empresa, desde o presidente at√© o oper√°rio. A filosofia Kaizen afirma que devemos fazer constantes melhorias, seja em nossa vida, no trabalho, na sociedade e em nosso pr√≥prio lar.

Ele √© um processo de origem japonesa, com sistema incremental, ou seja, cont√≠nua e gradual. Tem como princ√≠pio que a vida merece uma constante melhoria  portanto, na vida em geral (pessoal, familiar, social e no trabalho). Podemos simplificar o pensamento Kaizen como: “Hoje melhor do que ontem, amanh√£ melhor do que hoje” (de autor desconhecido). Para Kaizen,√© sempre poss√≠vel fazer melhor. Como conceito dentro de uma empresa, dever√≠amos ter, no m√≠nimo, uma melhoria implantada por dia. Os elementos-chaves para o sistema Kaizeneficientes s√£o:

  • a) qualidade em tudo que se faz;
  • b) esfor√ßo e dedica√ß√£o;
  • c) envolvimento de todos os funcion√°rios da empresa, desde o presidente at√© o operador de m√°quinas;
  • d) vontade de mudar e de vencer;
  • e) comprometimento.

Sucesso do sistema Kaizen

√Č parte da estrat√©gia do Kaizen que nenhum dia deve passar sem algum tipo de melhoria ter sido implantada dentro da empresa. O melhor sistema do mundo s√≥ trar√° resultado se as pessoas que est√£o envolvidas tiverem interesse em que o mesmo tenha √™xito. O envolvimento total, desde a diretoria at√© o operador de m√°quina, √© fundamental para o √™xito do Kaizen. Al√©m do envolvimento total de todos os n√≠veis da empresa, √© necess√°rio o comprometimento de todos para com o processo, com as metas e com os resultados. Toda empresa busca aumento da lucratividade e aumento da participa√ß√£o em seu mercado, Marketing Share, e para isso ela deve ter miss√£o, vis√£o e objetivos, bem como prover aos funcion√°rios um trabalho e uma conviv√™ncia de forma equilibrada e prazerosa. Isso porque trabalhando e vivendo de forma equilibrada e satisfat√≥ria, √© poss√≠vel aumentar a produtividade e melhorar a qualidade.

Clima agrad√°vel de trabalhar √© necess√°rio que todos os funcion√°rios tenham bom relacionamento e harmonia entre eles; n√£o √© admiss√≠vel a diferen√ßa entre funcion√°rios. De acordo com o artigo publicado em 15 de Agosto de 2006, pelo Dr. Koiti Egushi, denominado, “Os 5S da administra√ß√£o Japonesa”, comenta-se com grande propriedade sobre a filosofia japonesa da harmonia: “Desde a remota era dos primeiros samurais em torno dos anos 700, conforme relata Ferri de Barros, os japoneses, pela forte influ√™ncia da cultura Chinesa e principalmente, Lao Tse e Conf√ļcio, promovem o esp√≠rito, WA, a harmonia. Harmonia em tudo. Harmonia entre os desiguais, harmonia entre os contr√°rios. Harmonia entre o bem e o mal. Harmonia entre o a alegria e a tristeza. Harmonia entre o bem-aventurado e o desgra√ßado. Sobretudo entre pessoas”.

Partindo do objetivo de que dentro da empresa devemos ter no m√≠nimo uma melhoria implantada por dia, podemos afirmar que esta metodologia traz resultados qualitativamente e quantitativamente, com custo baixo e em prazo de tempo curto, tendo como consequ√™ncia a melhoria da qualidade do servi√ßo ou produto e o aumento da lucratividade da empresa. 



Por: Anselmo Buttner

Um coment√°rio:

  1. Muito bom, no Brasil o grande desafio é criar uma cultura em que as pessoas busquem investir em si mesmas e no coletivo, deixando a falta de vontade de melhorar seu dia-a-dia porque é de responsabilidade do governo.

    ResponderExcluir